sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Singelamente

 

Ah, é incrível como costumamos contar minutos à espera daquela pessoa especial. Na maioria das vezes, andamos nas ruas como quem busca uma nota de mil reais, olhando para todos os lados e pedindo a Deus para dar aquela trombada com aqueele alguém especial. Muitas vezes nos passa desapercebido esse alguém. Bem, vejamos: quando vamos realizar uma pesquisa na internet ou em nosso pc temos de individualizar o que queremos, logo, quando estamos "procurando" perdidamente esse alguém especial criamos aspectos, características que o coitado (ou coitada) tem que ter. Difícil não é achar uma pessoa que se encaixe nisso, pois deixamos nossos sonhos atravessar realidade a dentro e adicionamos, ainda que sem querer ou querendo, características que essa pessoa não tem, o difícil é essa pessoa saber da sobrecarga que tem em cima dela.

Complicamos o amar. Ou melhor, complicamos a conquista, a descoberta com nossos desejos bobos tão rodeados de "contos de fadas da Disney" (não que eu não goste, amo contos de fadas). Complicamos a coisa mais simples da vida: amar! Definindo um pouco esse verbo, além do que está contido no dicionário, diria que amar é um direcionar a um certo alguém um olhar mais arteiro, um sorriso tímido mas tão cheio de intenções. Amar é falar besteira e ser correspondido nisso, é sentir saudades de alguém que você nunca viu na sua frente mas que você tem consciência da importância que tem (no meu caso existe alguém muuito responsável por milhares de sorrisos que dou durante todo meu dia). Amar é olhar fotos e memorizar cada detalhe, é ouvir música e dizer "essa é minha/nossa", é correr aos tropeços quando o celular toca só pra não perder a chamada. Amar é sorrir como se nada quisesse, mas desejando tudo!!!

Então, ainda que existam aqueles momentos onde questionamos a existência do amor, seja por decepção ou mesmo pela ausência dele, é sempre bom lembrar que ama-se mais de uma vez, mais de uma pessoa, por mais de uma forma, em vários momentos de nossas vidas. Então vamos deixar as coisas acontecerem como têm que ser. Não criemos fórmulas, características, roteiro para o amor, mas sim uma ponte onde o amor poderá atravessar sem maiores aventuras ou tarefas arriscadas. Como disse, amar é simples demais! Simplifiquem, então!
Para se roubar um coração, é preciso que seja com muita habilidade, tem que ser vagarosamente, disfarçadamente, não se chega com ímpeto,
não se alcança o coração de alguém com pressa.
Tem que se aproximar com meias palavras, suavemente, apoderar-se dele aos poucos, com cuidado.
Não se pode deixar que percebam que ele será roubado, na verdade, teremos que furtá-lo, docemente.
Conquistar um coração de verdade dá trabalho,
requer paciência, é como se fosse tecer uma colcha de retalhos, aplicar uma renda em um vestido, tratar de um jardim, cuidar de uma criança.
É necessário que seja com destreza, com vontade, com encanto, carinho e sinceridade.
Para se conquistar um coração definitivamente
tem que ter garra e esperteza, mas não falo dessa esperteza que todos conhecem, falo da esperteza de sentimentos, daquela que existe guardada na alma em todos os momentos.
Quando se deseja realmente conquistar um coração, é preciso que antes já tenhamos conseguido conquistar o nosso, é preciso que ele já tenha sido explorado nos mínimos detalhes,
que já se tenha conseguido conhecer cada cantinho, entender cada espaço preenchido e aceitar cada espaço vago.
...e então, quando finalmente esse coração for conquistado, quando tivermos nos apoderado dele,
vai existir uma parte de alguém que seguirá conosco.
Uma metade de alguém que será guiada por nós
e o nosso coração passará a bater por conta desse outro coração.
Eles sofrerão altos e baixos sim, mas com certeza haverá instantes, milhares de instantes de alegria.
Baterá descompassado muitas vezes e sabe por que?
Faltará a metade dele que ainda não está junto de nós.
Até que um dia, cansado de estar dividido ao meio, esse coração chamará a sua outra parte e alguém por vontade própria, sem que precisemos roubá-la ou furtá-la nos entregará a metade que faltava.
... e é assim que se rouba um coração, fácil não?
Pois é, nós só precisaremos roubar uma metade,
a outra virá na nossa mão e ficará detectado um roubo então!
E é só por isso que encontramos tantas pessoas pela vida a fora que dizem que nunca mais conseguiram amar alguém... é simples...
é porque elas não possuem mais coração, eles foram roubados, arrancados do seu peito, e somente com um grande amor ela terá um novo coração, afinal de contas, corações são para serem divididos, e com certeza esse grande amor repartirá o dele com você.

Luís Fernando Veríssimo

Agora ou Nunca

Agora: um lugar ficou vazio.
Antes: esse lugar sequer existia.
Nunca: alguém ocupará tão bem esse lugar.

A verdade é que sempre que alguém entra em nossas vidas criamos lugares dentro de nossos corações. Antes não existia a lembrança daquele alguém, mas agora em virtude do sentimento, o vazio pode se postar ao nosso cotidiano.

As lembranças nos fazem recordar de algo que tivemos e talvez não tenhamos mais. Por vezes, esse sentimento nem era tão bom, por vezes nem tão sincero, mas com certeza foi real em algum momento.

A pior parte é quando se descobre que se doou o melhor de si e em resposta houvesse apenas mentiras. Como alguém pode machucar outro coração que apenas ofereceu amor? Sem cobranças, sem dores, sem lástimas, mas apenas amor? É injusto não?

A vida é injusta. Desejamos,muitas vezes, algo que não poderemos ter, almejamos condições que nunca serão as nossas, sonhamos com lugares que nunca conheceremos. Mas, sempre existe um mas, ainda que as injustiças se mostrem haverá um momento de plena satisfação. Só precisamos reconhecer quando esse momento chegar. É preciso entendê-lo e aceitá-lo. Caso contrário viveremos no "será que agora serei feliz?" e talvez no "a felicidade nunca me pertencerá!".

Ainda que haja coração machucado, pessoas insensíveis e situações impossíveis, sempre nos será dada a oportunidade de nos bastarmos, pois para ser feliz com alguém é preciso ser antes feliz consigo mesmo.

O Agora, devemos sempre buscar da melhor forma possível, ainda que a realidade nos machuque. O Nunca, bem, ele sempre poderá sem modificado, basta um pouco de vontade, merecimento e real necessidade daquilo.

Não se precisa andar quilômetros para ser feliz, basta , apenas, abrir o olhos.

Nas quedas, superação!

Dizem que há tempo para tudo na Terra. Mas não podemos perder tempo com coisas que não irão nos trazer felicidade alguma, ou pelo menos certa satisfação. O problema é que o ser humano adora curtir a própria dor, recordar momentos. Hun! Creio que os momentos vêem à tona de qualquer jeito mesmo, mas é sempre bom dar um pontapé inicial na felicidade, ou na sua busca, afinal, é o que mais almejamos, não?

Cair e levantar! Sim, sim, parece até figurinha repetida dizer isso não? Mas, no final das contas, não é só isso que nos resta?? Cair e Levantar?

Bem, sendo um pouco mais específica, aos que amaram e foram traídos em seus SENTIMENTOS (e não em suas relações), MEU AMOOOOR, a vida continua! Se aquela pessoa "especial" não soube valorizar o sentimento que despertou em você, se não soube valorizar o homem/ mulher que você é, por que ficar se remoendo?? Das duas uma: ou a pessoa só quis se divertir por tempo LIMITADO ou era um puta de um duas caras. E aê, vai fazer o quê?? Chorar, ficar relembrando momentos e se perguntando por que não deu certo, se a culpa é sua?

No amor ninguém pode machucar ninguém e cada um é responsável pelo que sente. Se a dor é grande é porque a expectativa também o foi. Bem, talvez a pessoa querida tenha dado motivos, mas é preciso entender que não podemos saber o que se passa na cabeça do outro, nem em seu coração. Que por mais belas palavras que nos digam, um dia esse alguém vai nos machucar profundamente. Daí vem a pergunta: Perdoar??

Bem, serei bastante sincera: perdoar é um dom divino! Temos que saber pesar nossa dor e a atitude do outro. Por vezes nossa dor só é imensa porque não soubemos dosar nosso sentimento.

Então, vamos levantar a cabeça, reconhecer nossa falha (confiar demais na outra pessoa) e tentar viver. Afinal, o mundo não vai parar de girar e permanecer noite até que entendamos que VIVER é necessário e, também, uma dádiva!

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Esquecendo tudo desde mil novecentos e alguma coisa

Ela é uma moça de poses delicadas, sorrisos discretos e olhar misterioso.
Ela tem cara de menina mimada, um quê de esquisitice, uma sensibilidade de flor, um jeito encantador de ser, um toque de intuição e um tom de doçura.
Ela reflete lilás, um brilho de estrela, uma inquietude, uma solidão de artista e um ar sensato de cientista.
Ela é intensa e tem mania de sentir por completo, de amar por completo e de ser por completo.
Dentro dela tem um coração bobo, que é sempre capaz de amar e de acreditar outra vez.
Ela tem aquele gosto de menina romântica e aquele gosto ácido de mulher moderna

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Eu vou com você pra onde você for


 "Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...
Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...Saudade é sentir que existe o que não existe mais... Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam..."
Pablo Neruda

Qual é a sua tribo?


quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Nobody said it was easy


Eu que vivo com α cαbeçα nα luα, com músicα no ouvido e corαção nα bocα.

Feliz dia dos solteiros

Ser solteira não significa que sou fraca, significa que sou confiante o suficiente para esperar por aquilo que eu MEREÇO.

quarta-feira, 14 de agosto de 2013


Não consigo ser discreta. Falo alto, dou risada das desgraças dos outros, adoro falar. Confiante. Contraditória. Cicatrizes. Histórias. Dizem que no inesperado Deus abre várias portas. E é disso que eu gosto. Eu me viro. Tudo certo como 2+2=5. — Tati Bernardi.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Perco

Vou falar uma coisa que não sei se alguém compartilha comigo, mas por agora é de todo meu: eu não sei expressar o que sinto. Não por que eu não saiba amar, mas por que amo demais. Não apenas sinto, me entrego. Mas não me entrego a qualquer amor, só me entrego quando sinto que é valioso. Eu olho nos olhos, eu escuto não só as palavras ditas mas a respiração, se pausada ou frenética. Eu sonho, me apego e desejo realizá-lo. Mas não sei dizer o que sinto. Me faltam palavras, coragem, me sobram suores, temores e palpitações. Falar o que sinto é quase como me expor a uma doença terminal, olhar nos olhos e abrir meu coração seria o mesmo que cortá-lo em dois. não, não. Não sou dramática. Apenas não estou curada de outros sentimentos que me trouxeram um pouco de pesar e descontentamento. Na verdade, creio que hoje sou fruto geneticamente "danificado" daquilo que um dia vivi com alguém a quem amei e não temi me expor.

Hoje não sou 1/5 do que fui, nem sei o que um dia serei. Talvez amor, paixão, desejo, ou, como acontece com quem muito sonha, talvez no fim só desilusão!

Descobertas

O que fazer quando a gente desaprende a gostar? Complicado quando a gente sente todas essas sensações e emoções, sem saber ao certo como agir, o que dizer ou fazer. Olhar nos olhos do outro e ter tanto para falar, mas coragem alguma para fazer.
O que eu queria era dizer "Então, eu gosto mesmo de você!" ou "Então, eu quero você em minha vida para sempre!". Mas o meu para sempre pode ser diferente do sempre do outro. Meus desejos podem ter um rumo e os dele outro caminho. Meu Deus!! Eu, de fato, desaprendi a amar!!!
Em algum momento de minha vida a Fernanda corajosa, destemida se perdeu. Não sei por quê, nem tampouco quando isso aconteceu. O que eu sei é que eu quero poder falar o que sinto sem medo de só eu sentir, eu quero poder abraçar sem parecer querer sufocar, eu quero poder beijar sem que a interpretação de meu carinho seja tão somente a de prisão. Eu quero liberdade e nessa liberdade eu quero alguém do meu lado. Eu quero teu beijo, teu abraço, teu carinho, teu olhar, teu calor.
Faz tanto tempo que espero por esse alguém especial, tanto tempo que cheguei a achar que não passava de um desejo infantil de príncipe encantado. Hoje eu sei que príncipes encantados não existem, mas descobri que existem seres humanos adoráveis que nos apaixonam facilmente.
Eu me descobri com aquele frio na barriga que há muito não sentia, me descobri com aquele brilho no olhar, com PAIXÃO!

Eu descobri que nunca vou estar segura e dona da situação, mas vou amar me entregar se esse sentimento for verdadeiro. Eu descobri você e, de alguma forma, você me descobriu. Acho que estou feliz!


Fernanda Bras

Surpresas nem tão interessantes

Bem, meus queridos, existem dias em nossas vidas que parece que nada quer dar certo. Tudo bem que comigo parece até que meu mês inteiro está contra mim (Agosto, conhecido por mês do desgosto), mas são dias que nos fazem questionar o "por quê?".

Engraçado não? mas não existe resposta a essa pergunta.

São dias que o sol aparece encoberto por nuvens, que o vento é mais frio que o habitual, que os sorrisos estão amarelados pela forçosas relações de amizade. Não sei se compreendo bem o que acontece ao meu redor, nem sei se ao menos quero compreender nada. Até parece que nada é tão importante assim para me fazer despertar a atenção, mas na verdade não é isso que acontece. O que de fato se passa é que não é que algo seja menos importante, mas eu cresci e comecei a ver que existem situações que só existem para nos tirar de nosso eixo, e que se nos deixarmos levar por isso estaremos sendo fracos. E como fraqueza é uma "virtude" que não desejo somar aos meus tantos defeitos, por que cargas d'água me deixaria enfraquecer tanto?!

Que eu caia! Afinal, a estrada não é tão cheia de subidas, descidas, curvas e retas? Mas que eu saiba levantar, seja com o esforço próprio ou ajuda de pessoas alheias. Acredito que o que importa nessa vida que Deus nos deu, não são quantas quedas levamos, mas quantas vezes soubemos levantar. Tantas outras quedas estão por vir, tantas outras farei alguém sofrer. Não justifico isso como a lei da "ação e reação" apenas, mas sim como Vida, mesmo que nessas quedas existam surpresas nem tão interessantes.

E todo dia é um novo dia

Lindo dia!
Bem, olha eu aqui mais uma vez para dizer que nessa vida nada se joga fora. Tudo há de ser aproveitado (ou reaproveitado. :P)!

Concluindo que nessa vida muitas coisas aconteceram e acontecerão ainda, devo a firmar que minha vida será um mar de proveitos e reproveitos (essa última palavra existe, hein?). Afinal, todas as manhãs, nós criaturas terrestres, levantamos de nossas camas para atuar na história chamada Vida.

Tudo bem! Aqui na minha cidade (Garanhuns né), o frio pela manhã torna o cenário vida um tanto nostálgico e pouco convidativo aos que de preguiça crônica sofrem (eu, por exemplo), mas a gente faz aquele bendito esforço sobre humano (se joga da cama, literalmente), colocamos os pés no chão um tanto frio, seguimos em direção do guarda-roupa se perguntando "com que roupa eu vou?", pegamos nossa bela toalha, entramos no banheiro úmido, frio e pouco convidativo, para um banho quente que no final das contas nos faz sentir frio antártico. ou seja, coisas rotineiras, que de forma imperceptível são reeditadas. Enfim, tudo temos eu proveito nesse mundo de Deus.

Desejo a todos os seres pensantes um dia cheio de luz, de edições, reedições e muito proveito!

Os fatos explicam os resultados

E que não escutem os invejosos, mas amar é bom demais!
Não foi um processo rápido, mas também não demorou em demasia. Na verdade durou o tempo certo (para iniciar). Não teve olhos nos olhos, boca na boca e corpo a corpo que segurasse a paixão. Transpareceu e transbordou. Na brincadeira do contém ou não contém, não contemos emoção alguma, apenas saboreamos o momento.
É, até que senti uma certa insegurança, mas ela sempre está presente quando algo é tão forte e vibrante que estremece qualquer estrutura romana. O interessante é que teus olhos moraram nos meus, minha boca residiu na tua e meu corpo, bem, esse entrou de férias pois nada mais eu sentia que não fosse a massa levitar. É, ele causou efeito colateral de extensão incalculável!!
Tudo bem! ocorreram situações que nos testaram os sentimentos (principalmente os meus), mas que amor tão fraco não teria seu momento de provação?!?! (que por favor não se repita, hein!!!).
Bem, acabamos por andar à beira do precipício, mas não soframos! a vida é feita de altos e baixos, sorrisos e lamentações, e no final só depende de nós mesmos.
Enfim, amar, como diz a música "é uma arte e precisa ter cuidado". Quando somos arteiros acabamos por cometer pequenos (e dolorosos) erros, mas somos nós quem valoramos nosso sofrimento, afinal só continuamos a sofrer por decisão nossa. Porém, voltemos ao amor.

Ah, lindo amor, que tanto me inebriou, conquistou meu coração com a serenidade de um menino (e as mancadas também), a garra de um homem e a devoção de um fiel. Pois é, te noto em todos os particulares e te sinto em todas as situações...são cheiros, são toques, são imagens, paisagens.
Se olho pros céus (rsrsrs, mesmo tendo apenas um) em cada estrela vislumbro bênçãos ao nosso amor, se olho para paragens próximas, enxergo você nas esquinas à minha espera. Que tenho amor, é fato. Que sou amor, talvez! Mas se tenho você de quê importa a denominação? No fim, seremos nós dois com a lua, as estrelas e Deus. Nada mais sincero, não é?
TE AMO!

Tudo diferente

E tudo mudou...

O rouge virou blush
O pó-de-arroz virou pó-compacto
O brilho virou gloss

O rímel virou máscara incolor
A Lycra virou stretch
Anabela virou plataforma
O corpete virou porta-seios
Que virou sutiã
Que virou lib
Que virou silicone

A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento
A escova virou chapinha
"Problemas de moça" viraram TPM
Confete virou MM

A crise de nervos virou estresse
A chita virou viscose.
A purpurina virou gliter
A brilhantina virou mousse

Os halteres viraram bomba
A ergométrica virou spinning
A tanga virou fio dental
E o fio dental virou anti-séptico bucal

Ninguém mais vê...

Ping-Pong virou Babaloo
O a-la-carte virou self-service

A tristeza, depressão
O espaguete virou Miojo pronto
A paquera virou pegação
A gafieira virou dança de salão

O que era praça virou shopping
A areia virou ringue
A caneta virou teclado
O long play virou CD

A fita de vídeo é DVD
O CD já é MP3
É um filho onde éramos seis
O álbum de fotos agora é mostrado por email

O namoro agora é virtual
A cantada virou torpedo
E do "não" não se tem medo
O break virou street

O samba, pagode
O carnaval de rua virou Sapucaí
O folclore brasileiro, halloween
O piano agora é teclado, também

O forró de sanfona ficou eletrônico
Fortificante não é mais Biotônico
Bicicleta virou Bis
Polícia e ladrão virou counter strike

Folhetins são novelas de TV
Fauna e flora a desaparecer
Lobato virou Paulo Coelho
Caetano virou um chato

Chico sumiu da FM e TV
Baby se converteu
RPM desapareceu
Elis ressuscitou em Maria Rita?
Gal virou fênix
Raul e Renato,
Cássia e Cazuza,
Lennon e Elvis,
Todos anjos
Agora só tocam lira...

A AIDS virou gripe
A bala antes encontrada agora é perdida
A violência está coisa maldita!

A maconha é calmante
O professor é agora o facilitador
As lições já não importam mais
A guerra superou a paz
E a sociedade ficou incapaz...

... De tudo.

Inclusive de notar essas diferenças

Um olhar diferente

Que bons ventos nos tragam não apenas motivos para sorrir mas também para causar o sorriso alheio. São tempo difíceis, são tempos de superação e com isso somos obrigados a aprender e apreender o melhor da vida, mesmo quando de situações ruins.

Perceba que...

Se parares, uma horinha que seja, conseguirás ver as folhas caírem das árvores e logo serem levadas pelo vento, com rajadas fortes ou suaves;
Se deixares de questionar a vida e apenas observá-la, ao final concluirá o emaranhado de situações que sempre te levam a um momento, nem sempre feliz, mas o mais justo o possível, mesmo que muitas vezes acreditemos ser injustiçados.
Se parares para escutar o teu amigo enfermo das mazelas do coração, ou outras várias, ao final da jornada do aconchego receberás além do carinho daquele também a satisfação de uma tarefa realizada com esmero.

Não te aflijas quando alguma subida venha te testar a força da pernas. Por vezes o mais importante não será a subida, mas a vontade de superação. Essa sim te mostrará o quão longe podes ir.

Não desanimes quando um dos teus te magoarem, com certeza não compreendem o resultado de suas atitudes.

Não te questiones sobre falta dos que dizem te amar. O amor vai além da presença ou ausência. Ele é assim como Deus: ONIPRESENTE!

Saiba que nada podemos controlar ou precisar quando acontecerá. As coisas acontecem como na lição da "ação e reação", só vale esperar para ver o resultado.

A vida vai muito além de mim, você, nós...tudo faz parte de uma decisão, de uma força maior, de um querer que não se limita a nossa vontade, mas que engloba nosso "merecer". Olhe pra frente, para o alto, para baixo, mas não esqueça de olhar para trás, para o seu passado!

Abra seus olhos, baby.

Quando a gente abre os olhos e começa a ver que a vida tem, de fato, uma imensa confusão de cores, começamos a compreender o sentido das palavras, dos sentimentos. Em nenhum dia desejei tanto o teu olhar, o teu tocar, do que nesse dia. O céu se mostrou totalmente colorido, tão cheio de esperanças e promessas de realizações. Era você me mostrando um novo amanhecer, uma nova chance de compreender mais um pouco o grande universo que compartilho e o grande amor que posso cultivar. Em todos os lugares tinha um pouco de você. Que fosse no calor dos raios solares a me trazer um pouco mais de aconchego, ou fosse a chuva me limpando a alma e levando embora as preocupações do dia, que fosse no voo de um pássaro, me assegurando que a liberdade é uma constante, ou mesmo num andar de uma criança, me afirmando que a cada passo podemos tropeçar de novo. Eu achei você! Mas não espero que sejas meu. Te deixo livre, te desejo de longe, te espero calmamente, até quando abra os olhos e me veja aqui, esperando, sem obrigar, sem exigir. Talvez quando olhar para o lado não me vejas. Isso não quer dizer que você não me tenha, mas apenas que ainda não compreendeu me ter. Estou sempre aqui, esperando e amando você. Para descobrir onde estou, abra os olhos e olhe para sua frente.Estarei te olhando e sorrindo, te indicando o caminho até mim..apenas, abra seus olhos.

Soneto LXXXVIII

Quando me tratas mau e, desprezado,
Sinto que o meu valor vês com desdém,
Lutando contra mim, fico a teu lado
E, inda perjuro, provo que és um bem.
Conhecendo melhor meus próprios erros,
A te apoiar te ponho a par da história
De ocultas faltas, onde estou enfermo;
Então, ao me perder, tens toda a glória.
Mas lucro também tiro desse ofício:
Curvando sobre ti amor tamanho,
Mal que me faço me traz benefício,
Pois o que ganhas duas vezes ganho.
Assim é o meu amor e a ti o reporto:
Por ti todas as culpas eu suporto.

Saber sentir é o importante!

Falei com meus olhos, mas, será que você entendeu?

Despertei pra um mundo de luta, onde tudo é busca de algo....então, o que buscar?

Passei tanto tempo me preocupando em não me entregar, em não amar de verdade, em não me deixar dominar pelos sentimentos, que conclui que essa era de fato minha vontade escura: eu queria AMAR!

MAs, onde posso encontrar um amor que me faça perder o medo? que me faça olhar pra frente e não temer as pedras do caminho? não temer o amanhã e, principalmente, o destino? "Esperar! Essa é a regra do jogo", assim me disse uma amiga que muito amo. É que, como o sol que nasce todos os dias no horizonte, certa hora será o amor, nascendo para mim...O importante é saber entender quando ele chegar. Não são só as pernas que tremem, não são só os braços que se encontram, não é só a fadiga da espera, o desespero de um beijo....ou a dor de uma saudade. Talvez amar seja...chorar feito criança só em compreender que se está perto de quem se ama, seja matar a sede no mel dos teus lábios, seja te ver chorar e se segurar infinitamente para não se jogar em abraços e beijos...só pra afastar o motivo de teu chorar, talvez amar seja não apenas um momento sublime, mas um momento simples. Eu amo quando lembro dos nossos rostos próximos, de quando eu deitava em teu ombro, amo o teu "parabéns,Negah!", amo teu andar, teu olhar tão inocente, mas expressivo, amo teu falar manso e forte ao mesmo tempo, amo teu jeito, amo a forma como você faz tudo parecer tão pequeno e insignificante só em dizer :" agora você não está mais só, eu estou com você!"...amo tuas palavras, teus gestos, tua lembrança...você tem um jeito perfeito de ser imperfeito. Acho que te amo não apenas por você existir, mas por existir em mim. Eu sinto você! Dizem que: Saber sentir é importante....eu sinto você!


Te amo com a delicadeza de uma criança, a paixão de uma adolescente, o calor dos amantes, a calma dos sábios, a paciência do tempo...e a saudade de quando se é amado!!


De fato, Saber sentir é o importante!

De Fernanda para Rhuann

Como num sonho, você foi um presente.
Fez num momento em teus braços me perder.
Em meus desejos você foi o amante,
Mesmo que a carne não tenha sentido você.
E se não fosse tão impróprio,
Diria que te amo.
Não apenas como quem está ligado pelos laços do sangue,
Ou quem ama os afetos.
Te amaria como quem ama o Homem,
Diante de todo e qualquer despautério,
Te amaria também como meu amante.

Foi o teu carinho que me trouxe o sorrir de novo,
Foi teu beijo que completou o meu,
Ambos em sonho....eu e você!
Sonharei eternamente e que, por favor, o eterno só dure até nosso próximo encontro.
Minha realidade preencherei com lembranças, esperanças, desejos.
Mesmo que a distância, que com suor indistinto, teime nos separar...é com você que irei sonhar.

Reine em nosso espaço sentimentos de amor sincero, saudade com prazo de validade,
Humanos somos, e adoro sentir isso por ti,
Uma noite mais, e no final, uma eternidade juntos,
Amor não se escolhe, sente! E o sinto, por você!!
Nem distância, nem estranhos, nem nós mesmos,
Nada poderá separar tudo que somos juntos.

Tudo no mundo, eu, você...nós..
E nada mais.

Agora, ontem, amanhã, sem ordem, sem imposições.
Me siga, também seguirei você.
Outros momentos a mais virão...para te amar mais e dizer que no final...

Você será o meu Rei e eu sua Rainha.

Então, adeus estranho amor

"Não foi um amor esperado, nem mesmo preparado. Não foi sequer imaginado. Foi num momento tão inusitado que demorei a ver o que sentia.

Sinto no peito uma coisa estranha, tipo quando nos acrescentam um corpo estranho e demoramos a compreender o que seja. Aos poucos fui vendo teus olhos, teu abraço, fui vendo você em pequenos momentos, lembranças...em mim. Não me lembrei como alguém que perdeu alguma coisa, lembrei, sim, como alguém que sempre teve e nunca entendeu como.

E se fechos os olhos, nesse momento, enxergo você. E vejo teus olhos fitando os meus, e vejo nossas bocas em desejo uma a outra, e vejo nosso abraço que em sutis momentos se completaram. No meu abraço não faltou espaço...você estava lá. Completando o que eu achava estar vazio, mas que na verdade só te esperava para ser ocupado.

E agora?!? O que digo?!?!

Adeus, estranho amor?!

E foi estranho, torturante, confuso, insultante...mas foi nosso. Foi meu. Foi teu.

Não posso tentar esquecer, mas também não posso lutar. Foi o fim do que nem começou. É que talvez mais valha uma grande amizade segura do que uma aventura incerta.

Então, o que digo agora?!?

Adeus, estranho amor?!?!

E se eu fechar meus olhos agora enxergarei os teus. E se abrir as mãos, sentirei as tuas nas minhas. E se eu deitar no meu vazio, sentirei você de alguma forma. Então digo: Olha nos meus olhos, veja o que quero te dizer!

Dizer "Te amo" talvez seja pouco, mas diante de tudo que vivemos é o suficiente.

Então, seja minha felicidade imensa, meu sorrir intenso, meu sonhar sem momento, meu querer insensato...seja meu aconchego, mas seja você, seja eu, sejamos nós...

E não terei medo de perguntar: Então, o que digo agora?!?!


Mas....então, o que digo agora?!?!

Adeus, meu estranho amor!!!!".

Um sonho doloroso

Tendo tão poucos motivos para querer, eu quis.

Muitos foram os avisos, alertas velados de um coração que há muito andava vazio. Não percebi que era você que me tentava os sentimentos. Meu desejo em desejar um outro alguém me fez te ver menos presente, menos palpável, menos gente.


Que em tão absurdo sonho encontrei teus olhos, e eles tantas coisas me disseram. Por quê não interpretei a tempo?!

Tua boca me falou palavras que da porta dos ouvidos não passaram, mas em pequenos fleches de lembranças descubro você em mim.


Foi teu toque, foi teu cheiro, foi teu abraço, foi teu olhar, foi teu carinho....foi teu querer estar comigo que me fez sentir, por uma noite, amada. Você me mexeu o coração, balançou meus sentimentos, beliscou minhas emoções...e agora?! Não tem agora, nunca teve um antes, não teremos um depois. Fui em busca de um sonho, encontrei você. Não era melhor nem pior, era o essencial. Mas o essencial já não mais me pertence, pois com outro alguém em teu coração agora estás.


Tive um sonho, onde você me beijava de uma forma tão sincera que dizia sem querer: Nunca te deixarei. Mas foi só sonho. Eu acordei, você não estava comigo. Você não está comigo. Você não estará, amanhã, ao acordar, comigo. Foi apenas um sonho doloroso,mas real, de se encarar. Eu e você...não mais.

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Sabedoria


Tenho medos bobos e coragens absurdas.


Paulo Coelho diz

Sempre me perguntam que livro levaria para uma ilha deserta. A resposta é simples: "Como construir um barco"

Passos ao acaso

"...sem tantas cores, caminhei sozinha. Era uma estrada com muita sombra, poucas pedras, vários caminhos. De passo em passo fui estudando aquele lugar, aqueles olhares, aquelas pessoas.

Sem nem esperar, fui recebendo elogios, sorrisos firmes, tão cheios de...nem sei mais.

Na metade dessa estrada, uma mão se agarrou a minha. Olhei, olhei, mas não pude ver quem me segurava ou se segurava a mim. De passo em passo, olhava tudo e teu rosto não via. Não entendia porque me acudiste, sem em apuros não me encontrava. Um pouco a frente eu entendi: Não me salvava. Te salvavas!!

Mas em qual momento te descobri tão vulnerável? Como não senti teu medo antes de a fronte se mostrar?
Olhei teus olhos, tão assustados, que, penalizada, quis te abraçar. E, de repente, uma distância se pôs. Minha saudade nasceu ali!

Desde então, ando sozinha, a busca de outra mão, ou mesmo de ter a tua à minha. Desde então, sonho sozinha, por essa estrada que de tão cheia ficou vazia. E minha mão, num gesto nobre, não mais espaço abriu a outra mão, e o teu toque marcou o meu, e os teus olhos não esqueci, e o teu passo eu procurei...até que um dia eu cansei, e descansei na primeira pedra que vi. Mas, por pouca sombra, não permaneci. E comecei a vagar nesse turbilhão de momentos, a procura de um toque teu, que do nada surja, quem encante como silênciosa, me instigue como anonimato...mas até lá... vou por um caminho meu, com passos ao acaso..."

Que teus olhos não vejam o que penso sentir

Tenho olhos que enxergam coisas que nem entendes, em momentos que nem esperas, entre frases mal ditas, ou silêncios inoportunos. Já tentei tantas vezes te dizer o que eu sentia, o que eu queria, o que planejei para a gente durante tanto tempo. Parece que o que vias nada mais eram que frases vazias, sentindo torpe, feito leigo em desvaneio de palavras fortes. Em que momento te perdesse de mim? Em qual momento esquecesse de me ver tal qual sou, humana como sou? Por que não pegas mais em minha mão? Não me entendes, não me sentes, não me vês! Perdoa se meu sentimento não te indicou um Norte, não te explicou as palavras. Agora, que tudo acabou, que até a amizade se transformou, não busco mais nada. Só sinto...tua falta! Te amo pelo amigo que eras, que és, que continuarás sendo. Te amo, de fato, por tudo que me mudou, por tudo que me acrescentou. Te amo! MAs que teus olhos não enxerguem o que sinto, o que penso, o que quero, porque talvez não compreendas que tua frieza é uma constante que machuca no íntimo..e talvez, se compreenderes, saboreie desse momento. Apenas, que teus olhos não vejam o que penso sentir.

Boa sorte

Não busco em teus olhos um sinal de correspondência, mas de compreensão e entendimento; Não venho com intuito de ver-te declarar sentimentos por mim, mas apenas de aceitar os meus; Não idealizo que, mutuamente, te decidas, apenas espero que me deixe TENTAR plantar , por pequeno que seja,um grão de minha luxúria, quem sabe o sentimento me faça abrir caminho a algo mais certo e puro; Não atento a esperar que recebas meus galanteios como amor certo, mas desejo do fundo do coração que olhe para todo esse cenário e me enseje a permissão de um sorriso a mais estampar nesse rosto tão amável em tamanha delicadeza.

Não me deixe na amargura da espera por um vazio, apenas me possibilite preencher um espaço que outrora me era desconhecido mas em te ver se tornou pulsante, palpável e incrivelmente necessário. Foi teu sensível olhar que me fez encantar, foi teu sorriso lato que me furtou a atenção, foram teus gestos sutis e disfarçadamente modestos que me tomaram os sentidos, foi teu passar forte que me enviou teu caminho, foi tua atenção lacônica que me aguçou a avidez por mais e mais...tantas foram as formas de te compreender e em tão poucas vezes que te vi.

Reconheço que talvez pareça loucura, absurdo...mas quantos absurdos fazem-se necessários para que creias que um sentimento possa acontecer como que do nada, tal qual flor que nasce num deserto em sede d'água?! Nasceu, como que do nada,sem cobrar nada, nem mesmo atenção, mas apenas o direito de existir , de se fazer notar, de sonhar...
Não te direi quem sou, não por ímpeto de fetiche, mas porque quero que continues a olhar para mim sem prejulgar somente por ter me encantado por ti. Talvez teus olhos não conseguissem ver o que sinto, mas apenas a palpável impossibilidade que a sociedade e,muitas vezes, que nós mesmos nos impomos. Apenas me olhe tal qual essa folha de papel: como palavras escritas pra ti, somente pra ti; me veja como sentimento cravado em folha, pois o que escrito está, se bem cuidado, eterno será.

Minha sorte

Talvez o que eu sinta seja falta de uma amor, daqueles que nos tira todo o sendo de certo e errado, de verdadeiro e falso. Talvez eu queira perder um pouco do meu chão, voar até as nuvens só pra dizer que o amor nos deixa um pouco mais leve. Quem sabe um dia você não me olha e diz que seus olhos só me vêem. Não sei ainda como decifrar o que penso, nem o que sinto. Só sei que é bom, que me faz bem. Não espero desse alguém uma entrega total, não espero cobranças, nem ciúmes, nem melancolia, não espero que me diga que sou o único amor de sua vida. Me diga que sou o primeiro, segundo ou , talvez, o último, mas não me deixe crer que nada sou. Eu sei, talvez pareça que o que procuro é um amor. Mas eu já amei tanto, foram tantos amores, tantas lágrimas, tantas palavras dolorosas, sofridas, amargas..e tantas outra foram guardadas no fundo de nosso músculo pulsante. Tantas promessas e, enfim, tantas dívidas. Cheguei num ponto de minha vida que mais vale te ter por perto, sentir teu calor, tua fidelidade ao momento do que querer a eternidade par nós dois. Não espero que digas que o amor surgiu tal qual tarde de primavera, que desabrochou no decorrer dos nossos olhares, ou na intensidade do nosso beijo...me olhe e me diga que o nosso amor não precisa nascer em tarde de primavera, que não precisa de muito estudo, nem de testes de beijo....o meu amor por você,ou o seu por mim, para existir e persistir, só precisa do desejo, do querer, do ter...mesmo que em poucos momentos...mas não me deixe sem saber como será nosso momento. Não te prometo aliança nem laços eternos, mas te prometo que no ímpeto do meu desejo, meu olhos só serão seus...e essa será a nossa sorte, a Minha Sorte!

Batida perfeita

Talvez eu procure um amor, ou quem sabe um sonho. Em meio a multidão do meu dia, procuro por você. Mas, quem é você? Como saber se, quando eu achar alguém, será aquele alguém? Escuto as vozes da alma, escuto sorrisos e mesmo conselhos. Escuto, enfim, a batida do meu coração.
Estudo todas as minhas reações. Quero saber se você é quem vai me fazer perder o fôlego. Mas, e se eu perder o fôlego e depois descobrir que não era você o alguém que amarei para toda a vida?

Aprendi, com o passar dos anos, que existem sinais para descobrir se esse amor vai ser passageiro ou se vai seguir ao lado da eternidade. Disseram: "É quando nossas pernas tremem a ponto de quase nos levar à queda, é quando o céu tem uma cor de azul inexplicável, é quando as flores se tornam mais formosas, é quando todos os sons nos agradam, mesmo os das buzinas dos carros, é quando....".

Não sei como descobrir meu próximo amor, nem mesmos e será passageiro ou eterno. Mas aprendi que,independente das dores que eu possa sentir, vou sempre seguir meu coração. Em busca de um pulsar mais forte, de um pulsar que me roube o fôlego, que me deixe vermelha...vou em busca de uma BaTidA PerFeiTA.

Quem sabe amanhã, ao sair de uma lanchonete, meu coração não encontre o teu...e juntos sigamos numa batida que se complete.


O que mais quero é aquela BatiDa PerfeITa!

Asfalto molhado

Hoje, andando pelas ruas, pude sentir um pouco da tua falta. Foi nesse sentir que nem percebi que chovia. Fui caminhando e me perguntando em qual momento me entreguei tanto. Não consegui a resposta, contudo, meio que do nada, me veio a lembrança do teu beijo. Que doce beijo! Ao lembrar, senti. Ao sentir, sofri . Não sei o que dói mais: lembrar do teu beijo ou não tê-lo mais!
Verdade seja dita: esquecer não é fácil! Muito menos quando nos esforçamos tanto, pois ao nos esforçar, lembramos.
Porquê ninguém me disse que saudade também dóia tanto?
É...vou deixar num canto escondido do meu coração aquelas lembranças que guardo de ti, aquela voz que me faz despertar, aquele sorriso que me encantou, aquela saudade que tantas vezes me incentivou a continuar.

Hoje, andando pelas ruas, chovendo, vi o asfalto molhado me chamar a um choro calmo. Até que tentei, mas nenhuma lágrima se esforçou a descer. Não que me faltasse vontade, mas me faltaram forças. Estou com um aperto no coração, tal qual grito abafado. Se um dia irá se soltar, não sei.

Bem, foi assim que lembrei teus olhos, teu sorriso, teu cheiro, teu abraço, teu beijo, teu jeito...e também foi assim, como a chuva torrencial de inverno, que deixei as forças das águas levarem aquilo que ainda existia dentro de mim.....

Porque hoje te amo menos que ontem, e amanhã te amarei menos que hoje!

Suave decepção

Que na vida levaremos muitas quedas, isso é fato. Mas é preciso saber levantar. E com classe!
Nada na vida é tão insuportável que nos impossibilite de continuar vivendo(e nos decepcionando de novo). O gostoso da vida é isso: Cair e LEVANTAR!
Que seria de nós, meros mortais, se não fossem nossas decepções?! Acredito que seríamos uma bando de retardados sem a mínima noção de amor próprio. Meus queridos, a vida não para, NUNCA, para que possamos juntar os cacos daquilo que um dia foi um coração inteiro. Saiba viver com as desilusões, a superá-las. Até porque, se não foi era por que não tinha mesmo que ser. Não criem castelos, nem contos de fada. O Amor é eterno, contudo sofre alterações na sua química. Entendeu? Não?! Bem, é assim: Você se apaixona por uma criatura linda, acredita que nada nem ninguém pode mudar esse sentimento tão lindo. Mas, que surpresa! Existe sim alguém que pode mudar isso: você mesmo! É. pode acontecer de a química acabar, ou mesmo de nem se desenvolver. Engraçado? Não! Doloroso, mas não insuportável. Então, quando uma quedinha quiser lhe tirar o sorriso do rosto, lembre-se de mandar esse alguém pro "quinto dos infernos", afinal, não foi você quem saiu perdendo(caso não tenha gerado o fim do relacionamento, claro). Pare em frente a um espelho e veja seus pontos positivos. Você não é nenhum Brad Pitt ou nenhuma Angelina Jolie? Não fique triste, pois você é o melhor que Deus colocou no mundo.
Pensem Nisso.

Um decepção machuca, mas não mata. Apenas ensina a viver. Faça de suas desilusões "suaves decepções", assim não te cobrarás tantas coisas infundadas. A vida é isso. Segue em frente, pois atrás vem gente.

Viva

Para começar o dia bem, é preciso que acorde esperando sempre o melhor. Não tem como acordar de cara rabugenta e esperanças afogadas! A vida nos chama a curti-la! Olhe bem para o céu, faça chuva ou sol, sempre teremos algo de belo a ver. Perceba o quanto você pode ser pequeno em relação ao mundo e ao sofrimento alheio, mas também perceba o quanto uma gota d'gua faz falta ao mar: Se estamos nesse mundo é por algum propósito, que não temos consciência, claro, mas existe. Participe daquilo que chamamos "Vida", e faça dela alegria constante. Quando essa alegria não puder se encontrar com você, pare, respire e veja que o tempo passa. "Não há mal que dure para sempre...". Por mais que as vezes acreditemos sofrer demasiadamente, sempre vem algo que nos faz colocar aquele sorriso no cantinho do rosto. Não te desespere! Nada nessa vida é definitivo. Tudo tem sua hora exata para chegar e partir.
Ao invés de remoer mágoas, tente se lembrar das pessoas que te amam, das pessoas que por algum momento marcaram tua vida, e nas quais você também deixou marcas.
Se puder, pare e olhe as nuvens no céu, crianças sorrindo, o som da chuva, as imagens de pessoas que sorriem enquanto caminhas pelas ruas, agradeça a Deus, porque se estais nesse mundo és bem aventurado.

Deus dá o cobertor conforme o frio que sentimos. Nunca nos promove um dor na qual não possamos suportar. Pense nisso e olhe pra frente. O passado só deve ser lembrado para não se cometer novos erros e não para ficar se lamentando.
Viva! pois a vida te espera, escreva sua história, não se baseando no que sofreu, mas no que desejas alcançar.


Apenas....Viva!

Acho que é amor, enfim...

Se eu pensar, por um minuto em flores, lembrarei do teu cheiro. Se eu lembrar de uma voz, de imediato escuto a sua. Se eu quiser um beijo, é o teu que procurarei. Se eu precisar de um abraço, nos teus braços mergulharei.....
Se me acho, me perco no teu abraço e não quero jamais me encontrar, se me encontrar for ficar longe de você. O que fazer quando sentimos algo que nos tira até o mínimo grau de discernimento?

Te ter perto é o mesmo que explodir em sentimentos, não sei nem como agir. Não sei te olho ou se evito olhar, não sei se te abraço ou te sufoco no aperto da minha saudade, não sei se te afasto ou te trago pra mais perto que a luz dos meus olhos, não sei se te beijo ou se te sugo coma força da minha paixão. Segredo não há: Eu vivo amando!. Demonstro isso tudo até quando triste fico, pois os kilômetros, por vezes, teimam nos separar, mas se durmo, me vejo ao teu lado. E é nesse momento que confirmo te amar.

Não quero você longe de mim! O mínimo de distância que te deixo ficar é a mesma distância que faz um beijo acontecer. Só te quero mais perto, a ponto de confundir teu fôlego ao meu, tua boca a minha. Não tinha como ser diferente. Somos metade daquilo que juntos formamos um inteiro.

A muitas pessoas Deus disse: vai e ama!, e a nós ele disse: "Amem-se".

Te amo, porque contigo faço parte de um universo em particular,

Te amo, porque com você não temo me entregar,

Te amo, pois teu sorriso me lembra amanhecer de primavera,

Te amo, porque teus lábios me conduzem a um instante de entrega infinita...e ao te amar assim, me vejo em esplendor.

Se sorris, brinco.

Se feliz, canto.

Se cantar, espanto todo medo que teima chegar...

Se te beijo, encontro um pedaço de mim, enfim, ao beijar.


Metade de um não somos, mas juntos somos a forma inteira de um amor sincero!

Imperfeito amor

Será que foi só um sorriso?
Será que foi só mais uma promessa?
Será que foi apenas um momento?

De toda e qualquer pergunta que faço, a mais difícil de responder é "Por quê?".
Não nos acostumamos a sofrer, por mais que soframos. Não entendemos porque buscamos tanto a felicidade, e, quando ela parece ter chegado ela nos foge as mãos. Como aceitar, ou melhor, aguentar? Não sei!
Não poucas vezes olho pra Lua e a questiono sobre em qual parte do caminho tudo se perdeu, mas enigmática como ela é, resposta alguma me dá. Não sei ao certo se apenas pergunto ou me desespero, não sei paro ou choro, não sei se falo ou me calo....quantos passos dei no caminho, que acreditei ser, da felicidade, quanto sonhos, quantos planos. Mas, do nada, do nada mesmo, cai em um buraco que em momento algum vi em minha estrada. Incrível, pois só percebi minha queda algum tempo depois...acho que fiquei tão surpresa que nem consegui assimilar de imediato o que tinha acontecido. Passa os dias, procuro esquecer, mas ao fazer isso, LEMBRO. Então, como esquecer sem lembrar? Não dá! Era um amor, e agora? Um adeus? Era um sentimento, e agora? Um vazio!
Eu disse: Diga sim pra mim! E você falou: Sim! Mas, porque, então agora nem o eco do silêncio me acompanha? Me faço perguntas que não encontro resposta, pois as respostas não estão em mim, mas em alguém, um certo alguém.
Ok! Assim diz o ditado: "A vida continua..." , mas como continuar quando tudo nos prende a alguém? Ahh! Acho que vou continuando como a vida dá, e se numa esquina ou estrada dessa vida eu encontrar um outro amor, me perguntarei: "Até quando te amarei?", "em que parte da estrada deixarás de me amar?"....
Feliz daquele que sabe amar sem esconder nem machucar, pois tem a certeza de que vive plenamente.

É....a MINHA vida continua.....por mais perfeito que tenha sido nosso amor.
É.. a vida continua, pois era um Imperfeito amor!!!!

domingo, 11 de agosto de 2013

Dia especial



"Que de tão crescida esqueci de ser criança"

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

A unção de Deus está na obediência

Mas se eu cair, que não me faltem as forças necessárias para levantar, limpar a poeira e seguir em frente sem olhar pra trás. Que minha fé no que há de vir nunca enfraqueça, e que a esperança que me move a continuar seja a cada dia renovada.
O amor é assim, a paz Deus que nunca acaba.
Gosto de vendar os olhos, apertar na nuca, beijos ardentes no pescoço, de mordidas leves na orelha, arranhar as costas, abraços fortes, troca intensa de olhares, sorrisos espontâneos, sussurros...Me dê motivos pra não deixar você ir e esteja aqui de todas as formas possíveis e imagináveis. Entre eu e você, tudo está valendo! Não falta mais nada!
Mas, você tem exatamente um segundo pra aprender a me amar, você tem a vida inteira pra me devorar. Noite e dia se completam, o nosso amor e ódio eternos. Eu te imagino, eu te conserto, eu faço a cena que eu quiser!

Espalhe amor


sexta-feira, 2 de agosto de 2013

livre pra poder sorrir

Ousada, direta, atrevida, misteriosa...
Gosto do proibido, do arriscado, do perigo...
Gosto de coisas imprevisíveis, de encontros inesperados e de pessoas encantadoras...
Gosto de testar meu limite, encarar meus medos e surpreender as pessoas... 
Como vou saber, se nunca tentar? 
Prefiro encarar a decepção, do que morrer na vontade... 
Vivo de momentos, procuro não pensar muito no futuro... 
Ele é incerto, duvidoso...
Nada melhor do que apostar todas as fichas e viver a vida sem medo das consequências!!!!

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Sempre gostei do diferente, de quem se basta por si. Em um mundo onde tudo se tornou comum demais, procurar o diferente se tornou minha missão e objetivo. Procuro o detalhe, o que passou despercebido, o que ficou invisível aos olhos. Procuro a agulha no palheiro, o raro, a exceção, o que está entrando em extinção.É engraçado que nós, pessoas observadoras, conseguimos saber tudo sobre alguém que não conhecemos apenas observando suas atitudes. Pessoas que fingem felicidade, pessoas que escondem sentimentos, pessoas que não estão onde queriam estar, pessoas que não conseguem amar, pessoas que não são quem queriam ser. As únicas pessoas que nós observadores não conseguimos ler e decifrar, são os diferentes. Ou então, permita-me dar-lhes um nome que inventei, pessoas abismo. Por que pessoas abismo? Ora, porque não sabemos o que nos espera, mas a vontade que temos é de se jogar de cabeça e torcer para que o paraquedas funcione. As pessoas abismo vivem em seu próprio mundo. São introspectivas. Profundas. Elas também observam. E isso me intriga. Pessoas abismo tem o poder de desnudar a alma apenas com o olhar. Um olhar que provoca. Um olhar que diz "Ei, você é igual a mim! Vamos ser diferentes juntos!''. É o tipo de pessoa que você conhece num dia e já quer ficar ''pra sempre'' no outro. Em meio a tanta normalidade, devemos procurar por algo que instigue. Esquecer o clichê do cara popular que todas querem, ou do mais bonitinho que chama atenção quando chega em algum lugar. Deixa isso lá no Ensino Médio. Devemos ser mais exigentes, entende? Não se contentar com o pouco, ou com o normal. Temos que procurar aquilo que brilha, irradia, queima. Pois só assim conseguiremos vivenciar a experiência que é o amor. Pois o amor não é normal, calmo, e tranquilo. O amor é profundo, misterioso, e causa um frio desconfortável no estômago. Assim como um abismo.
No fundo, somos todos abismos a serem descobertos. Esperando por aquele, único, que vai pular de ponta-cabeça sem medo de se machucar. 
Sempre gostei mais do silêncio do que do barulho. Sempre gostei de estar só com pessoas queridas do que no meio da multidão. Sempre gostei mais do amor do que da paixão. Sempre gostei de fazer aquilo que quero e não o que querem que eu faça. Sempre gostei de ser eu,sem me preocupar com o pensamento dos outros. Quem gosta se aproxima,quem não gosta critica.
- Caio Augusto Leite